top of page
  • Foto do escritorGuilherme Soncini

SUSE KVM para SAP HANA On-premises

Neste artigo vamos falar um pouco sobre a nossa experiência com virtualização utilizando SUSE Linux Enterprise Server (SLES) KVM para implantações de VM única por hipervisor para execução do SAP HANA em cenários produtivos de alta performance.

Hoje em dia é muito comum os setores de TI das empresas que gerenciam infraestruturas internas que virtualizam sistemas SAP produtivos, cada um com seus próprios servidores e storages, com o objetivo de atender ambientes de produção, qualidade, desenvolvimento, recuperação de desastres e backup, terem problemas de performance. Esses ambientes normalmente são compostos por várias soluções SAP e normalmente tem a necessidade de implantação de novas funcionalidades que exigem um hardware com alto poder de processamento e armazenamento rápido, para que funcione de forma otimizada.

Produtos em fase final de ciclo de suporte, necessidade de implantação de novas funcionalidades ou upgrades para versões mais recentes são requisitos que tornam esse desafio ainda maior, nesse cenário é crescente a busca por novas formas para solucionar problemas de desempenho e capacidade de armazenamento, além da redução do tempo de indisponibilidade dos ambientes ao mínimo possível. Em resumo, as empresas sempre buscam uma forma mais adequada, eficiente e também econômicas para gerenciar seus ambientes SAP.

SUSE KVM

O uso do SUSE KVM (Kernel-based Virtual Machine) para virtualizar ambientes SAP oferece várias vantagens significativas. Aqui estão algumas delas:

  1. Desempenho: O SUSE KVM é conhecido por fornecer um desempenho excepcional em ambientes virtualizados. Ele utiliza a tecnologia de virtualização baseada em hardware para maximizar a eficiência e minimizar o impacto de desempenho nas cargas de trabalho do SAP.

  2. Escalabilidade: O SUSE KVM permite escalar verticalmente e horizontalmente seus ambientes SAP virtualizados. Você pode adicionar recursos, como memória e CPU, facilmente, conforme necessário, para atender aos requisitos de carga de trabalho em constante mudança.

  3. Segurança: O SUSE KVM fornece recursos de segurança robustos para proteger seus ambientes SAP virtualizados. Ele oferece isolamento de recursos entre máquinas virtuais (VMs) e suporta recursos de segurança, como criptografia de dados em repouso e em trânsito, para garantir a integridade e a confidencialidade dos dados do SAP.

  4. Gerenciamento simplificado: O SUSE KVM é acompanhado pelo SUSE Manager, uma solução abrangente de gerenciamento de infraestrutura que simplifica o provisionamento, monitoramento e gerenciamento de VMs SAP. Com o SUSE Manager, você pode automatizar tarefas de rotina, como implantação e aplicação de patches, facilitando a administração de seus ambientes SAP virtualizados.

  5. Suporte ao SAP: O SUSE KVM é uma plataforma de virtualização oficialmente suportada pelo SAP. Isso significa que você pode obter suporte adequado do SAP em caso de problemas ou dúvidas relacionadas à execução de ambientes SAP em VMs KVM.

No entanto, é importante mencionar que a escolha da plataforma de virtualização depende das necessidades e requisitos específicos de cada organização. Recomenda-se realizar uma análise detalhada e planejamento antes de tomar uma decisão.


Vou falar um pouco sobre um caso recente, onde implementamos um ambiente de virtualização para atender uma empresa com SAP HANA:

  • Hipervisor: KVM - SUSE Linux Enterprise Server 15;

  • Caso de Uso: Única VM por hipervisor;

  • VM Guest: SUSE Linux Enterprise Server 15 for SAP Applications;

  • CPU: 128 Cores;

  • Memória: Até 4TB;

  • Storage: 33TB, 10x NVME E1.S e RAID MDADM;

  • 2x NIC 10GB/s para o BOND operando em modo active-backup;

  • Modelo de Hardware: DM-SV01 – Servidor OCP Datacom;

Neste projeto utilizamos servidores OCP da Datacom e Sistema Operacional SUSE Enterprise Linux Server 15 (KVM) para virtualização e storage full NVME com RAID MDADM no qual é suportado pela SUSE.

Visão Geral da Arquitetura



SAP HANA


SAP HANA é uma plataforma de banco de dados e aplicativos em memória desenvolvida pela empresa de software SAP. HANA é uma sigla para "High-Performance Analytic Appliance" (Aplicativo Analítico de Alta Performance). A tecnologia HANA foi projetada para processar grandes volumes de dados em tempo real, fornecendo análises rápidas e insights instantâneos para as empresas e desta forma, tem seu consumo de recursos computacionais alto para análise desse grande volume de dados.

HANA Replication

Como uma estratégia de Disaster Recovery, neste projeto o cliente optou por usar o HANA Replication. A replicação do sistema SAP HANA é um mecanismo que garante a alta disponibilidade do seu sistema SAP HANA. A replicação do sistema é a configuração recomendada pela SAP para lidar com a redução de interrupções do SAP HANA devido a manutenção planejada, falhas e desastres. Ele suporta um objetivo de ponto de recuperação (RPO) de 0 segundos e um objetivo de tempo de recuperação (RTO) medido em minutos.

Visão Geral da Arquitetura

Tuning


Seguindo todas as melhores práticas recomendadas pela SUSE, instalamos o tuned adm e aplicamos otimização de virtual-host para o KVM e virtual-guest para a VM. (https://documentation.suse.com/sbp/sap/html/SBP-SLES4SAP-HANAonKVM-SLES15SP2/index.html)

SUSE Manager


O SUSE Manager é uma solução de gerenciamento de infraestrutura de software desenvolvida pela SUSE, uma empresa especializada em soluções de software corporativo. O SUSE Manager é projetado para facilitar o gerenciamento de sistemas operacionais baseados em Linux em ambientes empresariais.

A função principal do SUSE Manager é permitir o gerenciamento centralizado de servidores, desktops e outros dispositivos executando distribuições Linux, como o SUSE Linux Enterprise Server (SLES) e o Red Hat Enterprise Linux (RHEL). Ele oferece recursos abrangentes para automatizar e simplificar tarefas de gerenciamento, como provisionamento de sistemas, implantação de patches, gerenciamento de configuração, monitoramento e conformidade.


Virtual Machine Manager


O Virt-Manager é uma aplicação de gerenciamento de máquinas virtuais (VMs) para ambientes Linux baseados em sistemas de virtualização, como o Kernel-based Virtual Machine (KVM) e o QEMU. Ele oferece uma interface gráfica intuitiva para administrar e controlar as VMs em um ambiente de virtualização.


O Virt-Manager é uma ferramenta flexível e poderosa para gerenciar máquinas virtuais em ambientes Linux. Ele simplifica o processo de criação, configuração e monitoramento de VMs, tornando mais fácil para os usuários explorarem e aproveitarem os benefícios da virtualização em seus sistemas.


Junto de nossas soluções e expertise, criamos e executamos projetos de infraestrutura de TI, entregando um recurso completo de hardwares, softwares licenciados e serviços especializados a sua demanda.

 

Guilherme Soncini | Especialista em Soluções de Cloud e TI | NewFront


Ficou interessado em saber mais, ou quer solicitar um orçamento? Entre em contato conosco que ficaremos felizes em ajudar.

49 visualizações0 comentário
bottom of page